3.6.09

Pataniscas de bacalhau com arroz de alho



Esta cozinha esteve parada durante uma semana devido a um incidente muito desagradável. Na madrugada da quinta-feira passada roubaram-me o carro (que, infelizmente, ainda não apareceu), e como devem calcular isso destabilizou-me por completo. Para além da revolta e da angústia de não podermos fazer nada (além da participação à GNR e de algumas voltas por alguns sítios pouco recomendáveis) houve uma série de rotinas que tiveram de ser alteradas e, só agora, é que sinto que a vida está a voltar novamente ao normal... Por isso, as últimas refeições têem sido o mais simples possível, pois nem a vontade, nem o apetite, davam para mais.


Mas hoje estava-me mesmo a apetecer umas pataniscas - coisa que adoro, mas que só faço quando o rei faz anos, pois evito ao máximo os fritos. A receita que faço é a que vem aqui:

400 gr. de bacalhau desfiado
1 cebola
10 pés de salsa
4 ovos
350 de farinha
150 gr. de cerveja
150 gr. de leite
Uma pitada de sal e de pimenta

Coloca-se uma panela ao lume com o leite e o bacalhau e deixa-se ferver um pouco. Escorre-se o bacalhau e reserva-se o leite.
Pica-se a salsa e a cebola na vel. 5 durante uns segundos, e reservam-se também.
No copo colocam-se os ovos, a farinha o leite e a cerveja, programa-se 2 minutos vel.5. De seguida junta-se o bacalhau, e a cebola com a salsa picadas. Prova-se para ver se precisa de mais um pouco de sal e tempera-se com pimenta (eu gosto de muita). Programa-se mais 15 segundos, vel.3.



De seguida fritam-se em óleo.



Para acompanhar fiz um arroz de alho:

Coloca-se um tacho em lume brando com duas colheres de sopa de azeite e uns 7 ou 8 dentes de alho esmagados. Quando os alhos estiverem douradinhos (cuidado para que não se queimem, senão fica com mau sabor), retiram-se e junta-se ao azeite assim aromatizado a medida do arroz. Frita-se um pouquinho e acrescentam-se duas medidas (iguais às do arroz) com água quente. Tempera-se com sal e pimenta. Reduz-se o lume. Tapa-se o tacho e deixa-se cozer o arroz a gosto. Quando estiver pronto junta-se um molho de coentros muito picadinhos.

7 comments:

RUTE said...

Olá Soraya,

essa de por cerveja nas pataniscas para mim é inédita mas adivinho que fique extraordinário.

O arroz de alho com coentros só melhora ainda mais o prato. Já almoçava, apesar da hora!

Quanto a terem-te roubado a viatura. Que grande maçada. Acredito que a destabilização seja completa. Mas sê optimista. Pensa positivo e com convicção:

O carro vai aparecer! (acredita e acontecerá).

No entanto, não deixes que a tristeza e a revolta tomem conta de ti e da tua vida. Desde que sejam bens materiais que se perdem, a vida vai bem. O pior é quando é falta de saúde ou acidentes pessoais.

Dai que, do mal o menos. Mais vale o carro não é verdade? Se tivesses de escolher entre ficares sem o carro ou seres apanhada num assalto à mão armada, o que escolhias?

Isto pode parecer muito estranho para ti (esta minha maneira de pensar) mas a mim ajuda-me a andar para a frente. A vida não é fácil. Há que saber vivê-la! Beijinhos.

Luísa Alexandra said...

Realmente passaste por uma situação muito incómoda, mas tudo se irá resolver!

E olha, umas belas pataniscas sempre ajudam, não achas????

mesa para 4 said...

Tenho muita pena que te tenham roubado o carro, a sensação de ficar sem as coisas é horrivel, mas antes os bens materiais, que as pessoas...
As tuas pataniscas estão maravilhosas...

Soraya said...

Obrigada Rute,
realmente é como dizes, há que ver sempre o lado positivo, pois há situações bem piores.
Obrigada

Receitas da Piteca said...

Amiga, que mau! Anda uma pessoa a fazer tantos sacrificios para ter as coisas e de repente chega alguém e leva-as assim sem mais nem menos!! É tão injusto!
Mas pronto é como já foi dito, antes os bens materiais que a nossa vida ou a de alguém que amamos, não é?
Mas pronto, não deixa de ser chato... tudo se há-de resolver miga, é preciso é ter calma!
O teu pratinho ficou fantástico, eu nunca comi arroz de alho, tenho de experimentar, já pataniscas adoro! :)
Beijinhos miga e não desanimes! ;)

Elsa Mendes said...

Soraya, q chato o q te aconteceu. Realmente, nós estamos sossegados na nossa vidinha e tem q acontecer estas coisas tão desagradáveis.
Espero q tudo se resolva pelo melhor.
Adorei o aspecto destas pataniscas e do arroz.
Bjs.

Elsa Mendes said...

Soraya,
deixei-te um desafio no meu blog.
Beijinhos.