30.7.09

"Salada de arroz, feijão frade e mexilhões de escabeche"



Pode parecer repetitivo, mas a verdade é que não consigo resistir a uma bela salada. Por isso ando sempre à procura de novas receitas, para ir variando.

Encontrei esta na última revista Saberes e Sabores (que por sinal está excelente, do princípio ao fim) e fiquei logo com a pulguinha atrás da orelha. Nunca tinha comprado mexilhões em lata, e surpreenderam-me pela positiva. De vez em quando podem ser uma boa alternativa ao atum.

(passo a transcrever a receita da revista Saberes e Sabores nr. 186)
"Ingredientes:

 40 gr. de Vaqueiro Alho
 300 gr. de arroz vaporizado
 5 dl de água
 1 colher de sopa de açafrão
 Sal
 2 latas de mexilhões de escabeche
 1 lata pequena de feijão frade
 1 pepino
 Pimenta
 Óleo Vaqueiro (não usei)
 Coentros picados

Derreta a vaqueiro alho num tacho, junte o arroz e deixe fritar até ficar translúcido (como eu não tinha vaqueiro alho, aqueci um pouco de azeite e aromatizei-o com alhos frescos esmagados que tirei logo que ficaram dourados). Regue com a água a ferver, junte a curcuma (açafrão) e tempere com sal. Mexa com um garfo. Tape e deixe cozer durante cerca de 13 minutos ou até o arroz ter absorvido completamente a água.

Entretanto, coloque os mexilhões numa tigela e reserve. Escorra o feijão frade, passe-o por água fria e junte aos mexilhões.

Corte o pepino ao meio, tire as pevides, corte-o em cubinhos e deite na tigela.

Tempere com pimenta moída na altura, regue com um pouco de óleo (isto não fiz, porque achei que os mexilhões já tinham gordura suficiente) e perfume generosamente com coentros picados.

Quando o arroz estiver frio adicione-o aos restantes ingredientes, misture bem e sirva quente ou frio."

Bifes de Peru da Cristina



Após uma curta ausência, devido a umas pequenas obras cá por casa, eis que regresso à cozinha, contudo, sem grandes ânimos, pois o ano já vai longo e as férias ainda tardam. Daí as últimas refeições continuarem a ser do mais simples que há, pouco dignas de registo. No entanto, ontem uma amiga deu-me esta receita que costuma fazer com bifes de peru, que fazem um sucesso lá por casa. Confesso que não sou, aliás, nunca fui, grande apreciadora de bifes de peru, mas a minha amiga garantiu-me que ficavam muito gostosos, e ainda por cima são super fáceis de fazer. Se assim é, há que experimentar. E não é que ficaram mesmo muito bons. A repetir mais vezes, sem dúvida.

Obrigada Cristina. Fico a espera de mais dicas destas.

Faz-se assim:

Temperam-se os bife de peru com sal, pimenta, alho (usei alho em pó) e um bocadinho de sumo de limão.

Passam-se depois os bifes pela frigideira, com um fio de azeite, só para alourarem.



Coloca-se a carne num tabuleiro de forno.



Rega-se com keptchup.



Por cima deita-se um pacote de natas.



Vai ao forno a 200º até ficar douradinho.

Serve-se com o acompanhamento a gosto.



Ficou yummmm. Da próxima vez utilizo dois pacotes de natas em vez de um, para ficar com mais molho.

13.7.09

Coentrada de coelho com cubos de polenta crocantes



Esta receita vem na última revista "Teleculinária Robot" e é uma delícia. O molhinho do coelho fica de lamber os dedos. Experimentem.

Ingredientes:

1 coelho partido em pedaços pequenos
1 3 dentes de alho (usei 6)
40 gr. de azeite
2 copos medida de vinho branco
1 colher de chá de colorau
Coentros q.b.
Sal e pimenta q.b.

Arranja-se e lava-se o coelho - eu faço-o com um pouco de vinho branco (manias...).

Descascam-se os dentes de alho e lava-se o molho de coentros.



No copo da bimby deitam-se o molho de coentros com os alhos e o azeite. Pica-se 5 seg. na vel. 5.

Junta-se os pedaços de coelho, o vinho branco, o colorau e sal e pimenta q.b.



Programa-se 30 minutos, varoma, vel. colher inversa.

No final do tempo verifica-se se a carne está bem cozinhada e serve-se com o acompanhamento a gosto.

Acompanhei o coelho com com polenta frita. Confesso que nunca tinha feito, mas há uns dias encontrei esta Polenta no Jumbo e trouxe para experimentar. Já tinha provado o milho frito que fazem na Madeira e gostei muito. Esta versão é parecida e também ficou muito boa. É uma excelente alternativa aos acompanhamentos habituais, batatas, massa e arroz...

A receita é do livro "Jamie Oliver - Cozinha na Itália"
Ingredientes:

1 litro de água
250 gr. de Polenta
sal e pimenta, q.b.
noz moscada
Uma boa mão cheia de queijo parmesão ralado (de preferência na altura)

Põe-se uma panela ao lume com a água, temperada com o sal a pimenta e um pouco de noz moscada.

Quando a água ferver, reduz-se um pouco o lume e despeja-se lentamente a farinha, mexendo sempre com a colher.

Deixa-se a farinha cozer durante 4 ou 5 minutos, mexendo constantemente. Entretanto esta vai engrossando.

Quando estiver cozida, tira-se a panela do lume e mistura-se bem o queijo ralado.



Deita-se tudo para um tabuleiro, ou uma superfície untada e forma-se um rectângulo com aproximadamente 2,5 cm de altura.



Deixa-se arrefecer e depois corta-se em quadrados.



Passam-se os quadrados por polenta crua e fritam-se em óleo bem quente durante mais ou menos 4 minutos. A seguir escorre-se em papel absorvente e serve-se ainda quente.





9.7.09

Frango assado com tempero para carnes Eureka



Hoje conheci um blogue novo, o Eureka.pt, que está cheio de coisinhas boas. Andei por lá a espreitar e entre as muitas coisas boas que vi, encontrei esta receita de molho para temperar as carnes assadas que achei muito interessante. Quem me conhece sabe que sou muito prática e que gosto de ter sempre à mão alguns recursos que me permitam preparar refeições sem ter de perder muito tempo. Vai daí que quando cheguei a casa fui fazer o dito tempero. Depois, como tinha umas peças de frango para fazer para o jantar aproveitei e usei-o logo. Temperei o frango, e assei-o forno durante uns 40 minutos. Fiquei muito satisfeita com o resultado. O frango ficou muito saboroso, e acredito que também irão ficar outras peças de carne.

Bela dica. Gostei muito Helena.

Para o tempero:

1 cabeça de alhos descascada
1 colher de sopa de sal (usei flor de sal)
2 folhas de louro
1 dl. de cerveja
1 dl. de vinho branco
200 gr. de margarina
1,5 dl. de azeite
1 colher de sopa de massa de pimentão
Pimenta q.b. (a receita original não indicava mas eu pus)

Colocam-se os ingredientes todos num copo alto e tritura-se tudo muito bem com a varinha mágica.



Despeja-se para um frasco e guarda-se no frigorífico.



Depois, fiz o frango.

Temperei com o molho e levei ao forno. Nada mais simples.





Servi com esparguete e salada.

8.7.09

Rolo de Carne


Este rolo é o que eu chamo uma receita "vapt-vupt". Ideal para os dias de semana, fácil, rápida e alimenta um número razoável de bocas esfomeadas, porque rende bastante.

A saber:

Para uma tigela grande deita-se:

- 1kg de carne picada (eu uso sempre metade de vaca e metade de porco)
- 1 pacote de sopa de cebola
- 3/4 de um copo de pão ralado
- 3/4 de um copo de água
- 1/3 de um copo de ketchup
- 2 ovos

(Nota: o copo que uso como medida é esta caneca do Ikea)

Mistura-se tudo muito bem com as mãos.



Molda-se o rolo no tabuleiro do forno.

Cobrir o rolo com ketchup, q.b.



Levar ao forno a 180º durante 1 hora



Servir com o acompanhamento a gosto (de preferência batatas fritas e salada).

7.7.09

Feijoada rápida de marisco



Há dias, vi uma feijoada que a Seruga colocou no seu blog e lembrei-me que já não fazia este prato há uns bons meses. Gostamos muito de feijoada, e faço várias vezes, mas mais durante o Inverno, pois isto não é propriamente uma refeição leve, nem fresca, mas enfim, este Verão também não está, propriamente quente. Por isso hoje saiu uma feijoada para o jantar.

A receita original é da Teleculinária, mas fiz-lhe umas pequenas alterações.

Ingredientes:
• 1 lata grande de feijão branco
• 2 embalagens de mariscada congelada
• 1 cebola grande
• 3 tomates maduros
• 1 colher de sopa de concentrado de tomate
• 2 dentes de alho
• 4 colheres de sopa de azeite
• 2 dl de água a ferver
• 1 folha de louro
• 1 cubo knorr de marisco
• Sal, pimenta e alho desidratado, q.b.
• Coentros

Descongele a mistura de marisco.



Pique a cebola e aloure-a no azeite quente. Tempere com um pouco de sal, pimenta e alho desidratado.



Lave e escalde os tomates. Corte-os em cubos e junte-os à cebola. Junte também o concentrado de tomate e deixe refogar durante três minutos.



Adicione o louro, um pouco de coentros picados, água e o caldo de marisco e deixe ferver.

Junte o marisco e deixe cozinhar durante 5 minutos.



Junte depois o feijão, com a sua água e deixe ferver durante 10 minutos, mexendo de vez em quando.



Rectifique os temperos. Tire do lume e sirva polvilhado com coentros picadinhos.

6.7.09

Salada limpa frigorífico



Nestes dias em que já só penso nas férias (que ainda estão tão longe) só apetece simplificar. Não quero saber de refeições complicadas, nem de inovações, muito menos de muitas horas à frente do fogão. Por isso as saladas têm tido uma grande saída aqui por casa. Esta serviu principalmente para aproveitar umas quantas coisas que já se estavam quase a passar no frigorífico, mas o resultado foi muito bom.

Massa de conchas cozida (meio pacote)
1 manga madura
1 abacate bem maduro
2 tomates
Milho cozido (descongelado juntamente com a massa enquanto esta coze)
1 embalagem de miolo de camarão cozido

Mistura-se tudo numa saladeira e tempera-se com molho vinagrete:

Misturar:
2 colheres de sopa de vinagre
5 colheres de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de mostarda
sal e pimenta, q.b.

1.7.09

Tarte de frango assado



Costumo ter sempre no congelador restos de frango assado, ou mesmo cozido, que posso utilizar para fazer tartes. Misturando o frango com alguns legumes que tenha na altura, ovos e natas, consigo uma refeição equilibrada em menos de um instante. Por isso acho muito boa ideia, quando se vai ao hipermercado, trazer um ou dois franguinhos assados, que se congelam partidos ao meio. Ficamos assim com uma excelente base para várias refeições.

Esta receita é de uma teleculinária antiga (não sei o nr. nem o ano, porque guardo apenas os recortes das receitas de que gosto, ordenadas por assuntos, e não a revista toda).

Ingredientes
• ½ frango assado, desfiado
• 2 cenouras raladas
• Salsa
• 5 ovos
• 200ml de natas
• 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
• Sal e pimenta


Numa tigela mistura-se bem o frango desfiado, a cenoura ralada e a salsa picada.



Noutra tigela misturam-se os ovos, com as natas e o queijo ralado. Tempera-se com sal e pimenta.




Entretanto faz-se a massa.

Para a massa

• 8 colheres de sopa de farinha
• 4 colheres de sopa de azeite
• 2 colheres de sopa de água
• 1 ovo
• Sal

Juntam-se os ingredientes todos e trabalham-se até formar uma bola.

Estende-se a massa e forra-se uma forma de tarte, untada e enfarinhada.



Despeja-se o frango na forma e por cima deita-se a mistura de natas e ovos.



Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 40 minutos.

Dica - Lanches saudáveis para crianças



Esta dica vem no livro que ofereci à minha filha "Culinária saudável e divertida para crianças". No fim de semana, a pedido dela fiz-lhe para o lanche.

Faz-se assim

Duas horas antes do lanche embrulha-se uma banana, descascada, em película aderente e leva-se ao congelador.



Na hora do lanche tira-se a banana do congelador. Pica-se em pedaços pequeninos e coloca-se numa taça.



Por cima põem-se flocos de cereais e rega-se tudo com xarope de ácer.

A minha filha adorou. Ficou um lanche bem fresquinho, saboroso e saudável.