27.5.09

Pipis (só com moelas)



Esta é a receita de Pipis que vem no novo livro "A Bimby na Cozinha Regional Portuguesa", mas feita apenas com moelas, porque era o que havia...

Já agora aproveito para dizer que adorei este livro, e estou com vontade de experimentar todas as receitas. Vão ficando aqui os registos.

Estes pipis ficaram deliciosos. Não estou a exagerar se vos disser que foi a melhor receita de moelas que já experimentei. Acompanhei com esparguete e salada de tomate.

Ingredientes:

1 Kg de moelas de frango (bem limpas de gorduras)
2 cebolas
2 dentes de alho (pus uns 6)
30 gr. de azeite
100 gr. de vinho branco
1 colher de sopa de colorau
1 knorr de galinha (adaptação minha, não está na receita original)
1 folha de louro (pus umas 4)
sal e pimenta

Coloque as cebolas e os alhos no copo e pique 6 seg., vel. 6.

Junte o azeite, as moelas (ou miúdos) e refogue durante 12 min., temp. 100º, vel. colher inversa.

Adicione os restantes ingredientes e deixe estufar durante 40 min., temp. 100º, vel. colher inversa.

26.5.09

Salada de batata com atum



Mais uma salada para o almoço? Pois é. Acontece que quando o tempo começa a aquecer, sabem tão bem... Além do mais, são super práticas para quem só tem uma hora para almoçar.

A receita é muito simples e retirei-a do site da Vaqueiro. Aconselho a experimentarem. O "toque especial" é dado pelo molho de iogurte que fica, realmente, muito saboroso.

Ingredientes
6 batatas médias para cozer
2 ovos
1 lata grande de atum (400 g)
1 pepino

Molho de iogurte
2 iogurtes naturais
2 colheres de sopa de vinagre
Sumo de ½ limão
1 colher de sopa de açúcar amarelo (usei 1 colher de sopa de mel)
1 colher de chá de mostrada em pó
pimenta de moinho
2 colheres de sopa de folhinhas de funcho frescas (usei aneto seco, do Ikea)

Lave muito bem as batatas e coloque-as num tacho juntamente com os ovos. Cubra com água, tempere com sal e leve ao lume. Deixe ferver os ovos durante 10 minutos, retire-os com uma escumadeira e continue a cozer as batatas até estarem macias.

Entretanto misture numa tigela de vidro o vinagre com o sumo do limão, o açúcar (ou o mel), a mostarda em pó e os iogurtes naturais.

Lave o pepino, retire-lhe as sementes e pique-o em cubos pequenos. Junte ao molho, tempere com sal e pimenta acabada de moer e perfume com as folhinhas de funcho (ou aneto). Misture bem, e reserve em local fresco.



Escorra o atume faça-o em lascas. Quando as batatas estiverem macias, passe-as por água fria, pele-as e corte em dados pequenos. Misture com o atum em lascas e envolva tudo com o molho preparado.

25.5.09

Salada de pato, manga, alface e rúcula



Mais uma saladinha para o nosso almoço. Desta vez para aproveitar um peito de pato cozido que sobrou de outra refeição (sempre que me sobra algum peito de frango, de pato ou de galinha, tenho por hábito desfiar a carne e congelá-la, para depois aproveitar nas saladas).

Ingredientes:
(quantidades foram calculadas a olho, para 2 pessoas)

1 peito de pato cozido e desfiado
Alface
Rúcula
1 cebola às rodelas fininhas
1 manga fatiada
milho cozido
4 fatias de queijo limiano às tirinhs

Para o molho:
1 iogurte natural
1 colher de sobremesa de mel
1 colher de sobremesa de vinagre
1 colher de sobremesa de sumo de limão

mistura-se tudo e tempera-se com sal e pimenta

23.5.09

Pizza de cogumelos



Ao sábado à noite come-se, muitas vezes, pizza cá em casa. Gosto das pizzas simples, com dois ou, no máximo três ingredientes diferentes. Esta é, sem dúvida uma das minhas preferidas. Faço-a muitas vezes. Desta vez usei molho de tomate na base, mas por vezes uso molho pesto e também fica muito bom.

Fiz assim:

Comecei por fazer a massa da pizza na Bimby, usando a receita que vem no livro de receitas básicas com:

200 gr. de água
50 gr. de azeite
1 c. chá de sal
1 saqueta de fermipan
400 gr. de farinha

Deitam-se os líquidos e o sal no copo, prog. 1 min, 37º, vel. 2. Adiciona-se a farinha e o fermento e prog. 15 seg., vel. 6 e 1 min., vel. espiga.
Deixa-se a massa a levedar num recipiente coberto com um pano.



De seguida fiz a cobertura:

Aqueci duas colheres de azeite numa frigideira em lume médio. Juntei-lhes uns 5 dentes de alho picados e dois filetes de anchovas (não tenham medo de as usar porque no final não se vai notar nada). Com a colher de pau, desfiz muito bem as anchovas.

Eu uso estas que compro no Jumbo:



A seguir limpei muito bem três cogumelos portobelo grandes, e alguns cogumelos paris, que laminei e juntei à frigideira.



Temperei com sal e pimenta e tapei a frigideira, para os cogumelos suarem durante uns minutos. De seguida destapei-a e deixei evaporar o molho que entretanto se formou.

Por último, estendi a massa, que cobri com molho de tomate (desta vez usei de compra), por cima com os cogumelos e sobre tudo queijo mozzarela em bola partido aos pedacinhos.



Foi forno durante uns 15 minutos.



Enquanto fiz a pizza, a minha ajudante esteve ocupada a fazer "biscoitos" para o chá.

22.5.09

Sopa de frango com noodles e vegetais



Vi a versão original desta sopa num episódio do programa Culinária Dia a Dia que passa na SicMulher. Pareceu-me interessante e experimentei. Ficou tão boa, mas mesmo tão boa, que já é uma das nossas sopas favoritas.

Hoje fiz novamente para o jantar, mas desta vez, com algumas alterações...

Aqui fica a minha versão.

Ingredientes:

2 litros de caldo de galinha
2 dentes de alho picados
1 peito de frango cortado em fatias fininhas
Noodles (massa chinesa), q.b.
1 cenoura grande ralada
1 molho de bróculos
1 pedaço de gengibre (c/2 cm. aproximadamente)
1 lata pequena de cogumelos laminados
1 lata pequena de rebentos de soja
coentros em folhas
sal, pimenta

Põe-se uma panela ao lume com o caldo de galinha (eu usei 2 caldos de galinha, para 2 litros de água) e os dentes de alho picados.

Quando estiver a ferver deita-se lá para dentro o frango em pedacinhos e deixa-se cozer uns dez minutos.



A seguir junta-se a cenoura ralada, os cogumelos e os rebentos de soja. Deixa-se ferver mais uns três minutos.



Por último, junta-se a massa, os brócolos e o gengibre ralado (para ralar o gengibre, uso o ralador do queijo).



Deixa-se ferver mais quatro minutos (tempo suficiente para cozer a massa e os bróculos).

Tira-se panela do lume e misturam-se as folhas de coentros. Rectifica-se o tempero com sal e pimenta e serve-se.



Esta sopinha é muito boa.

21.5.09

Guacamole à minha moda



Tinha cá em casa três abacates que já estavam quase a desfazer-se. Era minha intenção utilizá-los numa salada fria com frango para um dos almoços da semana, mas como não calhou eles foram ficando esquecidos. Estava com pena de os deitar fora, por isso improvisei uma "espécie" de guacamole.

Fiz assim:

À polpa dos três abacates juntei dois tomates chucha sem sementes, uma chalota, um dente de alho, um pimento vermelho assado e um molho de coentros. Misturei tudo no copo da bimby com toques de turbo, muito breves, porque a ideia não era fazer um puré lisinho, mas sim deixar-lhe alguma textura. No final temperei com sal, pimenta e sumo de um limão.



O resultado final foi muito agradável. Como não tinha tortilhas de milho, servi com mini-tostas a acompanhar uns camarões com alho e limão.

O meu guacamole ficou aprovadíssimo. Para a próxima vez vou tentar encontrar pimentos jalapeños, para fazer uma versão mais "caliente".

20.5.09

5º Festival Islâmico de Mértola



Este vai ser o programa do próximo fim de semana. Se puderem, não deixem de ir.

18.5.09

Empadão (de restos) de frango e legumes salteados...



O que fazer a uns restos de frango estufado e algum frango assado que estavam há uns dias no frigorífico? Empadão, pois então. Complementa-se o franguito com um pouco de arroz e alguns legumes, e ficamos com uma refeição de lamber os dedos...

Fiz assim:

Comecei por cozer o arroz (a quantidade é regulada a olho, mas tem de ser suficiente para colocar no fundo do tabuleiro e cobrir o recheio do empadão).

Depois, desfiei os restos de frango (eram uns três ou quatro peitos a que ninguém quis pegar).

Numa frigideira alourei, num pouco de azeite, uma cebola grande, picadinha, temperada com sal e pimenta.

Juntei-lhe uma courgete, um pimento vermelho e três tomates chucha, tudo aos cubinhos. Retifiquei o sal e pimenta e misturei-lhe o frango.



Depois untei um tabuleiro com um pouco de margarina e cobri-lhe o fundo com metade do arroz.

Por cima coloquei a mistura do frango com legumes e tapei tudo com o arroz restante.



Pincelei com um ovo batido e levei ao forno a 200º até ficar douradinho.

Acompanhado com uma salada verde, ficou uma delícia!!

16.5.09

Bolo de banana com cereais


As minhas filhas adoram este bolo. É óptimo para aproveitar aquelas bananas que já se estão a passar, não leva muito açucar, no entanto fica bem docinho e tem um valor acrescido que são os cereais (eu uso os de arroz integrais do Modelo). Além disso é super fácil de fazer.
Não deixem de experimentar.

Numa tigela grande misturam-se, primeiro os ingredientes secos:
1 copo e meio de farinha
Meio copo de açucar
2 colheres de chá de fermento
Meia colher de chá de bicabornato
Meia colher de chá de sal.

Noutra tigela misturam-se os "molhados":
2 ovos grandes que se batem com um garfo, e aos quais se junta depois
2 a 3 bananas esmagadas
1/4 de copo de óleo
1/4 de copo de água
1 copo e meio de cereais
1 copo de nozes (opcional)

Misturam-se muito bem os secos com os molhados e no final juntam-se os cereais e as nozes.

Transfere-se tudo para uma forma untada e enfarinhada (ou então façam como eu e usem uma forma de silicone) e leva-se o forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 55 minutos.

15.5.09

Salada de feijão frade com bacalhau assado



cá por casa, durante a semana, o nosso jantar é, muitas vezes, sopa, acompanhada de queijos, fruta ou alguma sobremesa. No entanto, tenho de preprar sempre qualquer coisa para o meu almoço (eu almoço sempre em casa) e para o meu marido levar para o hospital, por isso recorro, muitas vezes a saladas, que são fáceis de preparar, e sabem muito bem, principalmente quando o tempo começa a aquecer.

Para não enjoar, tento sempre variar os molhos e os ingredientes.

Esta foi o nosso almoço de ontem.

1 lata grande de feijão frade cozido
1 posta de bacalhau assado e desfiado
1 pepino às rodelas
1 pimento vermelho assado
1 cebola às rodelas bem fininhas
um molho de coentros picados

Mistura-se tudo e tempera-se com o molho

O molho:
1 colher de sopa de mostarda
4 colhetes de sopa de azeite
2 colheres de sopa de vinagre
Sal e pimenta

(para fazer os molhos das saladas, uso sempre um frasco de vidro pequeno, com tampa. Se sobrar pode-se sempre guardar no frigorifico e usar noutra altura)

13.5.09

Gelado de canela e crocante de aveia




No blog no soup for you encontrei uma receita de gelado original, mas que soava bastante interessante. Não me enganei. Estava de-li-ci-o-so... Com uma textura super cremosa, com pedacinhos de aveia caramelizada, muito crocante. Ficou super aprovada. A repetir muitas vezes.

Para o Gelado:

300ml leite meio-gordo (a receita original indicava leite gordo, mas não tinha e assim também resultou muito bem)
2 pacotes de natas
130g açúcar
4 paus de canela
2 colheres chá canela em pó
4 gemas de ovo
meia colher de café de sal

Na bimby juntar o leite, as natas, o açucar os paus da canela e a canela em pó, o açucar e o sal. Programar 10 minutos, 90º, vel. colher inversa.

À parte bater as gemas e desfazê-las com um pouco da mistura anterior (para evitar que talhem). Deitá-las pelo bocal da tampa, em vel. colher inversa e programar mais 6 minutos, a 80º.

Transferir para uma tigela e levar ao congelador. Para que o gelado fique cremoso deve ser batido, mais ou menos de hora a hora com a batedeira. Eu fiz assim, deitei o gelado para o copo da batedeira, que levei a congelar, depois era só tirar o copo do congelador, colocá-lo na máquina e bater durante uns segundos. De seguida voltava novamente para o congelador. Fiz isto umas quatro ou cinco vezes.

Entretanto, faz-se o crocante com:

75g de flocos de aveia
100g de açúcar
uma pitada de sal

Leva-se aveia a dourar no forno aquecido a 180º, num tabuleiro forrado com papel vegetal.

Numa frigideira aquece-se o açucar até ficar em caramelo clarinho. Quando o caramelo estiver pronto (deve ter-se cuidado pois é muito rápido), envolve-se muito bem a aveia. Despeja-se tudo novamente em cima do papel vegetal e espera-se que arrefeça.
Quando estiver frio, parte-se o caramelo de maneira que fique bem esfareladinho. Eu usei um pano da loiça (limpo) e com o rolo da massa esmigalhei-o bem.

Mistura-se este crocante ao gelado que já deve estar bem cremoso.

Deliciem-se.

12.5.09


Finalmente. Passados quase dois anos vou reactivar o meu blog.
À data do último post não tinha, de todo, condições para continuar. A vida é assim, de repente tudo muda...
Espero que compreendam a minha minha ausência e desculpem o meu silêncio.
Contudo, o gosto pela blogosfera não desapareceu. Pelo contrário. Continuei a visitar os blogs que me eram queridos e servem de inspiração, e conheci muitos outros que já se tornaram favoritos.
Assim sendo, a porta deste cantinho volta a estar de novo aberta para quem me quiser visitar.
Sintam-se à vontade.