26.6.07

Esparguetada de atum



Penso que toda a gente deve ter a sua versão do básico "Esparguete com atum". É daquelas que não falham. Com três ou quatro ingredientes conseguimos uma refeição rápida e que agrada a todos (principalmente aos miudos). Eu também tinha a minha (muito simples diga-se), mas por sugestão da minha amiga São, comecei a incrementá-la um bocadinho, e hoje em dia faço o que eu chamo de esparguetada de atum no forno da seguinte maneira:

Coze-se um punhado de esparguete suficiente para 4 pessoas. À parte faz-se um refogado em azeite com duas cebolas grandes, alguns dentes de alho e duas cenouras grandes, partidas aos cubos pequeninos. Quando os legumes estiverem macios acrescenta-se uma lata de tomate das grandes, pelado e partidos aos bocadinhos. Tempera-se com sal, pimenta e mangericão (de preferência fresco, mas se não o encontrarem, pode ser do seco). Deixa-se apurar este molho uns minutos e no final mistura-se o conteúdo de três latas de atum, bem escorrido. Mistura este molho ao esparguete, que se deita depois para um tabuleiro. Por cima, despeja-se um pacote de natas que se mistura delicamente com um garfo e polvilha-se abundantemente com queijo mozarella ralado.

Vai ao forno para dourar e serve-se com uma saladinha.


Fica delicioso.

25.6.07

"Frango à Americana"

Continuando na onda das refeições que dêem pouco trabalho fiz para o jantar umas perninhas de frango panadas no forno. Retirei esta receita do fórum dos bimbólicos, mas quem não tem uma bimby pode usar a 1, 2, 3, que vai dar exactamente no mesmo. Ficaram muito gostosas, e o truque que usei para dar ainda menos trabalho foi colocar todos os ingredientes secos, depois de picados, dentro de um saco grande, deitar a carne lá para dentro, fechar bem o saco e abaná-lo bem até a carne ficar bem envolvida. Depois é só por o frango num tabuleiro e levar ao forno bem quente durante meia horinha. Mais fácil não podia ser.


A receita é então assim:
"Primeiro que tudo arranjar o frango e parti-lo em pedaços.
Preparar a seguinte mistura de ingredientes secos:
  • 250 gr. de corn flakes
  • 1 sopa de cebola
  • 1 colher chá de pimenta branca
  • 1 colher de sopa de colorau
  • sal fino
  • 100 gr de pão ralado

Deitar os corn flakes e a sopa de cebola no copo bimby (ou na 1, 2, 3) e triturar durante uns segundos. Juntar os restantes ingredientes: pimenta, colorau, sal e pão ralado. Passar os pedaços de frango nesta mistura seca e colocar num tabuleiro de ir ao forno previamente untado de margarina. Levar a forno bem quente durante 15 minutos, virar os pedaços de frango e volta ao forno mais 15 minutos. Servir com legumes, salada, arroz, etc..."

Ai a preguiça...

Quando começa a "cheirar" a férias, a vontade de cozinhar dilui-se um bocadinho. Mas como tenho várias boquinhas famintas para alimentar todos os dias, não posso fugir aos tachos. No entanto vou tentando simplificar.

Desta vez fiz uma saladinha para o jantar. Daquelas que servem para limpar o fundo do frigorífico. No entanto ficou muito gostosa. O segredo desta aqui (se é que se pode chamar de segredo) foi a utilização de alguns uns pés de aipo, que lhe dão um gosto muito fresquinho e "crocante".

Então, para fazer a dita cuja, apenas juntei na saladeira uma mão cheia de massas em espiral cozida, duas cenouras raladas, um peito de frango cozido e desfiado, uma maçã, um pimento vermelho, um pimento verde e uns cinco pés de aipo, pelados, tudo partido aos pedacinhos.

O tempero ficou-se por maionaise diluída em sumo de limão.

Toda a minha gente gostou. Espero que voçês também.

20.6.07

Japonesisses...

Os japoneses são realmente únicos... Quem mais é que se iria lembrar de uma coisa destas?

Gostava de saber quando é que esta invenção cá chega. Dava jeito...


Encontrei este artigo aqui

Pó para endurecer óleo usado


18.6.07

Bacalhau apressado

Ao fim do dia, o tempo é sempre curto para fazer-mos tudo o que é preciso (casa, filhos, marido, etc.), por isso convém ter sempre na manga umas receitas de recurso que sejam bastante rápidas e saborosas. Esta é um exemplo perfeito disso. Encontrei-a no site da vaqueiro, e simplifiquei-a ainda um pouco mais.

Bacalhau apressado


Ingredientes:

  • 2 embalagens de bacalhau à Gomes de Sá congelado
  • 3 cebolas

  • 3 colheres de sopa de azeite

  • 1 embalagem de Molho Béchamel

  • 1 pacote pequeno de natas

  • sal, pimenta q.b.
  • margarina

  • coentros

  • sumo de 1 limão

  • queijo parmesão ralado

  • azeitonas pretas


Cortam-se as cebolas às rodelas que se levam ao lume numa frigideira com o azeite, até amolecerem. Temperam-se com um pouco de sal, pimenta e alho em pó. Abrem-se as embalagens do bacalhau e separam-se as batatas fritas para um recipiente. Deita-se o bacalhau na frigideira e deixa-se cozinhar.

Entretanto numa tigela mistura-se o molho bechamel com as natas e sumo de um limão. Quando o bacalhau estiver cozinhado juntam-se as batatas fritas que se reservaram. Polvilha-se com os coentros picados (que podem ser dos congelados) e mistura-se tudo muito bem.

Dispõe-se o bacalhau num tabuleiro untado com margarina. Cobre-se com o molho preparado, polvilha-se com o queijo ralado e enfeita-se com as azeitonas pretas.. Leva-se ao forno a gratinar até ficar douradinho.


O resultado é este:



Espero que gostem.




16.6.07

Granola

Ao pensar qual deveria ser a primeira receita a postar neste espaço, lembrei-me imediatamente da Granola. Para quem não sabe a granola "...foi inventada por um médico suíço, em 1886, como alternativa de café da manhã para os vegetarianos, e nada mais é que uma mistura de frutas secas (as mais comuns são a uva-passa e o coco), grãos (principalmente aveia, fibra de trigo e flocos de arroz), sementes (amendoim e castanha-do-pará, em geral) e açúcar (mascavado ou orgânico)." Encontrei receita já há alguns anos no site vegetariano http://www.syntonia.com/, e desde então faço-a sempre.

Cá em casa nunca mais conseguimos comer as misturas industralizadas, que na minha opinião, ou têm demasiado açucar, ou não sabem a nada, ou na mais vulgar das hipóteses sabem a caixas de cartão prensadas. Esta mistura é muitíssimo superior a todas as que tenho provado, com a vantagem de podermos escolher os ingredientes e de adicionar-mos a quantidade de açucar ao nosso gosto. Além disso rende muito, o que acaba também por ser bastante agradável para a "economia doméstica"...


Então aqui vai:


  • 2 colheres de sopa de manteiga

  • 500 gr de flocos de aveia

  • 200 gr de flocos de trigo integrais

  • 200 gr de flocos de milho integrais

  • 200 gr de flocos de milho tipo korn flakes

  • 100 gr de farelo

  • 1 colher de sopa de sementes de linhaça

  • 50 gr de açucar mascavado

  • frutos secos a gosto (nozes, amêndoas, cajus, etc.)

Preparação


Numa panela bem grande, derretem a manteiga em lume médio.
Juntam os flocos de aveia e misturam bem até ficarem sequinhos.
De seguida juntam os flocos de trigo, de milho e o farelo.
Mexe-se sempre.


Quando começarem a sentir um cheirinho a torrado, juntam as sementes de linhaça. Continuam a mexer a mistura durante mais uns minutos.
Por último acrescentam o açucar e misturem bem.


No final, despejo a mistura por cima de um pano de cozinha aberto para arrefecer bem. Quando está bem fria, guardo num fasco de vidro como podem ver a seguir.

Serve-se com leite, ou como eu prefiro, com iogurte.





14.6.07

Abertura...

Olá, o meu nome é Soraya. Gosto muito de: comer, cozinhar, utensílios e livros de culinária, sites e blogs culinários, por isso pensei "porque não criar também o meu...". Vai daí, meti mãos à obra e aqui estou. Em breve vou começar a apresentar algumas das coisas boas que faço. Espero que gostem. Até breve.


Fonte da imagem: http://www.realsimple.com/